Pesquisa Avançada

Dieta mediterrânica pode reduzir risco de doença cardíaca para cerca de metade

Dieta mediterrânica pode reduzir risco de doença cardíaca para cerca de metade

Um estudo grego sugere que a adesão a uma dieta mediterrânica pode ter um efeito mais protetor sobre o risco de doença cardíaca do que praticar exercício físico. Adultos que seguiram a dieta mediterrânica num período de 10 anos estiveram menos 47% propensos a desenvolver doença cardíaca do que adultos que não seguiam esta dieta. Este estudo de 10 anos é o primeiro a analisar o efeito da dieta estilo mediterrânico, que enfatiza o consumo de fruta e vegetais frescos, cereais integrais, leguminosas, frutos secos oleaginosos, peixe e azeite. Além dos benefícios ao nível do coração, a adesão a esta dieta mostrou benefícios indiretos, relacionados com o controlo da diabetes, hipertensão e inflamação. O estudo teve como amostra representativa mais de 2500 adultos, com idades compreendidas entre os 18 e os 89 anos, entre 2011 e 2012, período durante o qual os participantes forneceram informações.

Voltar

Últimas Notícias

Relacionadas

Aguarde...